Sonhos...

Sonhos...


Nuvens que se desmancham e se ajuntam
Brancas e dispersas, pairando ao léu...
Quem dera tivesse asas que me elevassem
E olhos que descortinassem estes véus.
Chegaria à montanha por trás das alturas
Onde está o grande amor a me esperar
Numa casinha pintada de alvuras
Amparando meu sonho caido do céu
Para fazer deste chão nosso lar.


-Helena Frontini-